MANÁ VIRTUAL

PENSAI NAS COISAS DO ALTO

quarta-feira, 26 de julho de 2017

TORNE SUA VIDA MAIS FÁCIL.

Existe um problema que, acredito, ser muito comum: o de nos compararmos a outras pessoas. 

Pais que se comparam com outros pais; filhos que se comparam com outros filhos; pastores que se comparam com outros pastores; profissionais que se comparam com outros profissionais e atletas que fazem o mesmo. 

Isso gera um problema sério, pois nos faz viver em função da situação do outro. O sucesso ou o fracasso das pessoas determinam nossa vida. E isto definitivamente é péssimo. 

A exemplo disso, li o depoimento de um ex tenista profissional que foi número 1 do mundo, Andy Roddick, hoje aposentado, que disse: "minha vida se tornou mais fácil quando parei de me comparar a Roger Federer". Para os que não são do meio do tênis, Federer é atualmente o recordista de títulos e considerado o maior e um dos maiores tenistas de todos os tempos. 

O fato é que como Roddick, podemos tornar nossa vida mais leve, fácil, menos prejudicial e tensa à medida que paramos de viver nos comparando com A ou B. Precisamos parar de uma vez por todas, de nos compararmos com outras pessoas. 

Precisamos desenvolver o máximo nossa salvação e também os dons que Deus nos deu dentro daquilo que Ele nos capacitou e capacita a ser e a fazer. Quando nos comparamos entramos em competição e isso nos afasta uns dos outros. 

Aprendamos a nos alegrar com os que se alegram e a nos entristecer com os que se entristecem sem nos comparamos a eles, mas sim, de nos juntarmos à eles na alegria e na tristeza!  

Ajudemos e amemos uns aos outros sempre e para isso ser possível, não podemos nos comparar a ninguém, pois isso causa estresse, divisão, inveja, orgulho, críticas e confusões. Que o Senhor ajude a todos nós!

Alexandre Pereira Bornelli

segunda-feira, 17 de julho de 2017

FOME E SEDE

"Declarou-lhes Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; é o que crê em mim jamais terá sede". João 7:37

VOCÊ SABIA que pode morrer de sede mesmo tendo muita água em sua boca? Para que isto ocorra, basta encher a boca de água e não ingeri-la. 

Do mesmo modo, você pode morrer em seus pecados mesmo tendo muita doutrina e teologia boa em sua mente. Para que isto ocorra, basta conhecer apenas intelectualmente as Escrituras e não obedecê-la e não tê-la como sua única regra de fé e prática.

É certo que a água passa primeiro pela boca, mas é certo também que ela não pode ficar apenas ali, precisamos beber. Igualmente, a Palavra passa primeiramente pela nossa mente, por nosso entendimento, "amarás o senhor teu Deus te todo o teu entendimento", mas ela precisa necessariamente "descer" até o nosso coração, precisamos crer nela, amá-la, vivê-la, obedecê-la diariamente. 

Alexandre Pereira Bornelli

sexta-feira, 19 de maio de 2017

NÃO DEIXE SEU CÉREBRO NO PONTO MORTO!

Como disse John MacArthur, "não podemos colocar nossa boca pra funcionar enquanto nosso cérebro estiver no ponto morto". Ao falarmos sem refletir, não glorificamos a Deus e ainda prejudicamos as pessoas. 

As palavras que saem do nosso interior, evidenciam nosso interior, pois "a boca fala do que está cheio o coração". Nossas palavras precisam edificar e não destruir as pessoas (Efésios 4:29). O que falamos evidencia se estamos sendo transformados por Deus ou não. 

Pensemos seriamente sobre estes versículos de Provérbios: 

“O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói.” (Provérbios 13:3) 

 “Tens visto um homem precipitado no falar? Maior esperança há para um tolo do que para ele.” (Provérbios 29:20) 

O homem se alegra em responder bem, e quão boa é a palavra dita a seu tempo!” (Provérbios 15:23) 

“O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias.” (Provérbios 21:23)

“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” (Provérbios 15:1) 

 “Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã.” (Tiago 1:26) 

"A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto." (Provérbios 18:21) 

Alexandre Pereira Bornelli

terça-feira, 9 de maio de 2017

QUER SUA ALEGRIA DE VOLTA?

Muitas pessoas acham que a felicidade está em estar sozinho, outros, creem que ela esteja em estar bem acompanhado. Nenhuma dessas alternativas é correta. Sabe porque? Adão e Eva foram, por um tempo, as pessoas mais felizes, apesar que só existiam eles no planeta. Mas, logo depois, foram as pessoas mais infelizes, mesmo continuando a existir somente eles dois. 

O causou a felicidade e a infelicidade deles? Biblicamente, a felicidade foi causada pela obediência a Deus e a infelicidade foi causada pela desobediência à ordem divina! Enquanto estavam em obediência, eram felizes de verdade. Quando pecaram, tornaram infelizes e sofreram as duras consequências.

Assim também é em nossa vida. Desfrutamos de verdadeira felicidade à medida que obedecemos a Palavra de Deus e, somos infelizes, mesmo quando tudo o mais parece estar indo de vento em popa, quando desobedecemos a Deus e insistimos na desobediência. 

Felicidade não está em nunca pecar, pois isto é impossível. Verdadeira felicidade está em obedecer e quando desobedecer, confessar e arrepender, como Davi orou no Salmo 51: 12: "Restitui-me a alegria da tua salvação".

Alexandre Pereira Bornelli

quinta-feira, 4 de maio de 2017

IMAGINE A CENA!

IMAGINE A CENA: Um marido sai com sua esposa para jantar. Lá eles comem uma deliciosa comida e desfrutam de um momento extremamente romântico e agradável como casal. Ele a elogia, diz o quanto a ama e o quanto é feliz ao lado dela. 

Saindo de lá, o marido ainda leva a esposa para presenteá-la, comprando uma bolsa e um par de sapato que ela escolher. Todos já imaginaram a cena e vislumbraram a alegria dessa mulher ao lado de seu marido. Eles saem da loja, caminham em direção ao carro abraçados e sorridentes para irem embora. 

Chegando em casa, o sorriso ainda está no rosto deles, e a esposa vai logo experimentar o par de sapato e sua bolsa para mostrar com alegria ao marido. Quando ela chega diante dele, com seu novo visual, ele diz: "Querida, agora que lhe fiz tudo isso, preciso lhe confessar que tenho amante e estou em adultério, mas sei que você vai me compreender porque olha o que fiz pra você hoje!". Qual seria a reação normal dessa esposa?

Assim é todo aquele que  acha que "dando algo pra Deus", que dizendo coisas bonitas pra Ele em oração, que indo às reuniões, cantando, lendo a Bíblia, que fazendo suas atividades religiosas, que observando alguns costumes morais está com crédito diante dEle, o que lhe permite cometer adultério espiritual sendo amigo e amante desse mundo. 

Pessoas que primeiro vão à igreja, que fazem algumas obras de caridade e que depois mergulham de cabeça no pecado, na impureza ou todo tipo de pecado estão fazendo o que aquele marido fez com sua esposa. E o Senhor, muito mais do que a esposa, irá manifestar sua santa ira e sua santa justiça com tal pecador hipócrita. 

É nesse sentido a dura advertência que lemos em Tiago 4:4: "Infiéis (no original é adúlteros), não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus". 

Alexandre Pereira Bornelli
FACEBOOK: Pensai nas Coisas do Alto.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

INVISTA NA SEGURANÇA DO SEU FILHO.

Hoje em dia os pais estão investindo cada vez mais em segurança patrimonial. As casas parecem presídios, tamanho é o muro e a cerca elétrica que as protege. 

Além disso, fazem seguro residencial, colocam cachorros bravos no quintal, contratam empresa de segurança, instalam câmaras de segurança e alarmes. Protegem também suas empresas, seus carros e computadores, tudo para proteger de hackers assaltantes. 

Contudo, a despeito disso, muitos pais deixam seus filhos totalmente desprotegidos e vulneráveis a todo tipo de tentação e pecado. Não adianta por limites no patrimônio material, se não colocarmos limites protetores em nossos filhos. 

O que resolve proteger o que pode ser recuperado e perder, no caso os filhos, que são únicos e incomparavelmente mais valiosos, bênçãos e presentes de Deus à nós? Os filhos precisam de limites, de educação, eles precisam do evangelho! A Palavra de Deus deve ser nosso guia de fé e prática para vivermos e para ensinarmos nossos filhos. 

Muro alto não protege nossos filhos de más amizades e drogas; cerca elétrica não espanta a pornografia da vida deles e todo tipo de vícios; câmaras de segurança não filmam seus pensamentos e motivações e nem muitas de suas ações; carro blindado não é eficaz contra ataques do pecado. 

A incredulidade em Jesus os mantém totalmente desprotegidos e entregues a todo tipo de pecado. Quando eles não estão protegidos pela fé em Jesus Cristo, quando não têm  um relacionamento pessoal com Jesus, eles estão vulneráveis a todo tipo de situação, mesmo que morem em fortalezas rodeadas por seguranças particulares. Quando cremos em Jesus, podemos até sofrer perdas e prejuízos nesta vida, mas nada e nem ninguém poderá nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus (Romanos 8:31 a 39). Isto é segurança eterna! Quer segurança melhor do que está?

Precisamos investir na segurança física e emocional de nossos filhos sem dúvidas, mas muito mais devemos investir na segurança espiritual deles. Não podemos nos considerar vítimas das situações que estão destruindo nossos filhos. Antes, somos responsáveis diante de Deus, na evangelização deles.

Alexandre Pereira Bornelli -
Fanpage: Pensai nas coisas do Alto

sábado, 22 de abril de 2017

EM QUE FASE DO JOGO VOCÊ ESTÁ?

O mundo está em estado de alerta com o jogo "baleia azul" e não é sem razão. Nesta página, já escrevi uma reflexão sobre isto,  caso queria ler, busque pelo título: BALEIA AZUL X CORDEIRO DE DEUS.

Hoje, gostaria de falar sobre um outro jogo mortal. O jogo da tentação colorida. Porque colorida? Por que toda tentação vem com cores atraentes para mostrar-se inofensiva e ao mesmo tempo, sedutora. 

Contudo, quando caímos em tentação, então pecamos, e vemos a a proposta da tentação era maligna. O pecado nunca se contenta com pouco, ele quer sempre destruir mais. E para isso, ele vai, devagar, apresentando fases a serem superadas.

Seu objetivo com isso é nos fazer acostumar com ele e criarmos coragem para enfrentar a próxima fase ou o próximo pecado. Talvez você nunca jogue o "baleia azul", mas pode ser que você esteja no jogo da tentação em outras áreas da vida.

Por exemplo: uma moça está tentada a usar roupas indecentes e um menino está tentando a ter vida sexual livre. No começo ambos rejeitam a ideia, mas logo depois, aceitam. Uma vez aceita a ideia, vem a próxima fase que é colocar em prática essa ideia do dia a dia. Superada esta  nova fase, ambos serão desafiados a se comportarem mais e mais de forma errada e pecaminosa. Feito isto, serão  desafiados a viverem costumeiramente, assim, na prática do pecado, tendo o pecado como estilo de vida. 

Cada fase dessa é uma destruição em sua pureza, santidade e comunhão com Deus. Com isso, estão ignorando a Deus, a vontade de Deus e a Sua Palavra. Até que isso se torne seu estilo de vida e então, a destruição é enorme! 

Assim é com todos, no alcoolismo, drogas, roubo, crimes e afins. Vamos sendo desafiados e encorajados a pecar mais gradualmente, porque não temos a coragem de ir direto para a fase 10. As fases são preparatórias, onde vamos ganhando coragem para nos destruir.  

O objetivo de tudo isso é nos afastar cada vez mais da Palavra de Deus, causando nossa morte espiritual, um vazio, a uma insatisfação e a um desespero por não conseguirmos nunca aquilo que buscamos: prazer e satisfação completos, o que só temos Jesus Cristo!

Qual a forma de sair deste jogo? 

Leitura da Bíblia acompanhada de oração a Jesus, pedindo por fé para crer nEle e em Sua Palavra. Isto nos levará a confessarmos nossos pecados, suplicando para que Ele nos conceda arrependimento que gere transformação e luta contra todo e qualquer tentação, em busca de santidade, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hb12:14). 

A baleia é azul e as tentações são coloridas, mas o resultado de ambas é escuridão e morte.

Alexandre Pereira Bornelli

quarta-feira, 19 de abril de 2017

BALEIA AZUL X CORDEIRO DE DEUS

A culpa principal não é da "baleia azul" e nem daqueles que inventaram esse jogo mortal e diabólico. É certo que estas pessoas responderão diante de Deus sobre tudo o que estão fazendo e desejarão nunca terem nascido.

Sabemos também que o diabo  veio para matar, roubar e destruir, e para isso, ele usa armas físicas e virtuais e também pessoas para cumprir seu objetivo. Contudo, a culpa recai primeiramente em nós que somos pais. Não podemos abandonar nosso Criador, não podemos viver distantes de Jesus Cristo. Não podemos negligenciar nossa família e nossos filhos, não podemos deixa-los distantes de Deus e do evangelho. Não podemos ser omissos com nosso dever de educá-los e de evangelizá-los com a verdade da Palavra de Deus que é poderosa.

"Baleia azul"  é mais um instrumento do diabo, dentre tantos outros que já vieram e que virão, para destruir as pessoas que estão desesperadas em busca de satisfação e sentido na vida. Se focarmos apenas no jogo "baleia azul", hoje podemos ajudar pessoas, mas, amanhã surgirão coisas piores e eles estarão novamente vulneráveis.

Isto, porque continuarão vazios, sem sentido pra viver e em busca de satisfação interior. Criminalidade, drogas, prostituição, alcoolismo, "baleia azul", tudo faz parte de propostas satânicas para destruir pessoas e famílias que estão vivendo distantes do evangelho. É claro que devemos lutar pra ajudar pessoas a não jogarem "baleia azul".

Mas, nossa luta maior deve ser para mostrar a estas pessoas, o Cordeiro de Deus, totalmente santo e perfeito, que morreu para que tivéssemos vida! E quando conhecerem esse Cordeiro que deu a própria vida para morrer na cruz, então não desejarão mais tirar a própria vida seja na "baleia azul", nas drogas, ou outra coisa qualquer. Todos nós precisamos temer a Deus e viver o evangelho dentro de casa.

Precisamos estar atentos aos nossos filhos, cuidar deles, pregar e viver o evangelho no lar, colocar limites curtos no uso da TV e na internet, cuidar das amizades e relacionamentos virtuais e físicos deles. No dia do tribunal de Cristo, seremos nós pais, que seremos responsáveis pelos filhos que Ele nos deu. Mesmo estando atentos a tudo isso, ainda assim erramos e corremos riscos de nossos filhos serem vítimas de determinadas ciladas, agora imaginem se abandonarmos o evangelho!

Não poderemos culpar o jogo "baleia azul" de destruir nossos filhos, embora ele seja um forte instrumento de destruição, porque temos o Evangelho e o Espírito Santo para vencermos tudo isso, pois maior é o que está em nós do que o que está no mundo!

Alexandre Pereira Bornelli


quarta-feira, 29 de março de 2017

REGIME, VÍCIOS E PECADOS.

A pessoa que está fazendo regime ou lutando contra algum vício e fica postando fotos ou curtindo postagens de comida gordurosa ou de produtos que a escravizou e viciou, demonstra que sua luta para se libertar é apenas algo exterior e falso. 

De igual modo, aquele que se diz cristão e fica postando ou curtindo fotos de imagens pecaminosas e que não glorificam a Deus, demonstra um falso arrependimento e assina seu próprio atestado de escravo de seus vícios e pecados. Como bem disse Jim Elliff: "Um rato tolo é aquele que faz sua morada debaixo da cama do gato". 

Quem ainda fica perto do pecado, seja fisicamente ou virtualmente, e dos lugares que o induzem a pecar ainda está levando o pecado na brincadeira e não demonstra estar realmente lutando biblicamente pela santidade.

Alexandre Pereira Bornelli

sexta-feira, 17 de março de 2017

EMBALAGEM X CONTEÚDO.

NÃO compre livro pela capa ou pelo título, mas sim pelo conteúdo;
NÃO compre comida pela aparência, mas pelo conteúdo;
NÃO compre perfume pelo frasco, mas pelo conteúdo;
NÃO escolha programas de TV pelo nome ou popularidade, mas pelo conteúdo;
NÃO se impressione com ninguém pela aparência, mas pelo interior, pelo conteúdo que ela tem de caráter;
NÃO eduque seus filhos para ter aparência correta apenas, mas eduque para terem caráter e conteúdo cristãos;

Vivemos num mundo que preza pela embalagem, mas que falha em priorizar o conteúdo. Embalagens bem feitas podem esconder algo podre e repugnante. 

De objetos  à pessoas, todos podem trazer aparência bonita e atraente, mas isso passa e se deteriora. Caráter não pode ser substituído por carisma. 

Conteúdo não pode ser superado pela aparência. O ideal é que bom conteúdo esteja em sintonia com boa aparência, mas, se tiver que escolher apenas, qual você prefere?

Alexandre Pereira Bornelli